terça-feira, 17 de junho de 2014

PRIMEIRO SEMESTRE DE 2014 - CELEBRAÇÃO DA PÁSCOA!

Apresentação de jogral


Assistindo a vídeos

Todo ano a Escola Magalhães Barata faz a celebração da Páscoa com os alunos. O maior objetivo dessa celebração é mostrar aos mesmos a importância desse momento que é refletir sobre a morte e ressurreição=vida nova de Jesus Cristo. Para nós cristãos, a Páscoa é a passagem de Jesus Cristo da morte para a vida: a Ressurreição, e também a passagem de Deus entre nós.
 Este ano os alunos assistiram a vídeos e realizaram pequenos jograis para homenagear e lembrar Daquele que deu a vida pela humanidade, Cristo ressuscitado. Esse momento conta com a participação da comunidade escolar como um todo, familiares dos alunos e profissionais da escola e do entorno.

PRIMEIRO SEMESTRE DE 2014 NA ESCOLA!

Aqui aulas de pesquisa ao dicionário e seminários sobre o art. 5º da Constituição Federal Brasileira.
Muito gratificante ensinar para quem gosta de aprender. A turma do 4º ano da manhã é um exemplo de alunos que apreciam as aulas e gostam de desafios, como seminários e as pesquisas, dentro e fora da escola. Parabéns a esses pequenos estudantes! Nosso orgulho!





PRIMEIRO SEMESTRE DE 2014 NA ESCOLA!

Aulas sobre a história do nosso município=Abaetetuba-Pa.

Aulas em vídeo e PowerPoint.
Este ano de 2014, as aulas na Escola Magalhães Barata tiveram início no dia 07 do mês de fevereiro com a chamada dos alunos e apresentações do espaço escolar e dos profissionais, aos alunos e pais dos mesmos. A partir desse dia as aulas tiveram sequência com atividades diárias dos conteúdos que fazem parte da grade curricular nacional e que são organizados  pela Secretaria Municipal de Educação (SEMEC) de Abaetetuba-Pa.
Vejamos alguns momentos com nossos alunos em sala de aula.
História do nosso município em vídeo, e PowerPoint-4º E 5º ANOS.

O 4º e 5º anos da tarde.                                                                                                              



Aulas show de bola. As crianças gostam e é mais interessante ensinar e aprender quando utilizamos os recursos tecnológicos.

BOA LEITURA, COM LEONARDO BOFF!

Quem envergonhou o Brasil aqui e lá fora?

Pertence à cultura popular do futebol a vaia a certos jogadores, a juízes e eventualmente a alguma autoridade presente. Insultos e xingamentos com linguagem de baixo calão que sequer crianças podem ouvir é coisa inaudita no futebol do Brasil. Foram dirigidos à mais alta autoridade do pais, à Presidenta Dilma Rousseff, retraída nos fundos da arquibancada oficial.

Esses insultos vergonhosos só podiam vir de um tipo de gente que ainda têm visibilidade do pais, “gente branquíssima e de classe A, com falta de educação e sexista’ como comentou a socióloga do Centro Feminista de Estudos, Ana Thurler.
Quem conhece um pouco a história do Brasil ou quem leu Gilberto Freyre, José Honório Rodrigues ou Sérgio Buarque de Hollanda sabe logo identificar tais grupos. São setores de nossa elite, dos mais conservadores do mundo e retardatários no processo civilizatório mundial, como costumava enfatizar Darcy Ribeiro, setores que por 500 anos ocuparam o espaço do Estado e dele se beneficiaram a mais não poder, negando direitos cidadãos para garantir privilégios corporativos. Estes grupos não conseguiram ainda se livrar da Casa Grande que a tem entrenhada na cabeça e nunca esqueceram o pelourinho onde eram flagelados escravos negros. Não apenas a boca é suja; esta é suja porque sua mente é suja. São velhistas e pensam ainda dentro dos velhos paradigmas do passado quando viviam no luxo e no consumo conspícuo como no tempo dos príncipes renascentistas.
Na linguagem dura de nosso maior historiador mulato Capistrano de Abreu, grande parte da elite sempre “capou e recapou, sangrou e ressangrou” o povo brasileiro. E continua fazendo. Sem qualquer senso de limite e por isso, arrogante, pensa que pode dizer os palavrões que quiser e desrespeitar qualquer autoridade.
O que ocorreu revelou aos demais brasileiros e ao mundo que tipo de tipo de lideranças temos ainda no Brasil. Envergonharam-nos aqui e lá fora. Ignorante, sem educação e descarado não é o povo, como costumam pensar e dizer. Descarado, sem educação e ignorante é o grupo que pensa e diz isso do povo. São setores em sua grande maioria rentistas que vivem da especulação financeira e que mantém milhões e milhões de dólares fora do país, em bancos estrangeiros ou em paraísos fiscais.
Bem disse a Presidenta Dilma: “o povo não reage assim; é civilizado e extremamente generoso e educado”. Ele pode vaiar e muito. Mas não insulta com linguagem xula e machista a uma mulher, exatamente aquela que ocupa a mais alta representação do país. Com serenidade e senso de soberania pessoal deu a estes incivilizados uma respota de cunho pessoal:”Suportei agressões físicas quase insuportáveis e nada me tirou do rumo”. Referia-se às suas torturas sofridas dos agentes do Estado de terror que se havia instalado no Brasil a partir de 1968. O pronunciamento que fez posteriormente na TV mostrou que nada a tira do rumo nem a abala porque vive de outros valores e pretende estar à altura da grandeza de nosso país.
Esse fato vergonhoso recebeu a repulsa da maioria dos analistas e dos que sairam a público para se manfiestar. Lamentável, entretanto, foi a reação dos dois candidatos a substitui-la no cargo de Presidente. Praticamente usaram as mesmas expressões, na linha dos grupos embrutecidos:”Ela colhe o que plantou”. Ou o outro deu a entender que fez por merecer os insultos que recebeu. Só espíritos tacanhos e faltos de senso de dignidade podiam reagir desta forma. E estes se apresentam como aqueles que querem definir os destinos do país. E logo com este espírito! Estamos fartos de lideranças medíocres que quais galinhas continuam ciscando o chão, incapazes de erguer o voo alto das águias que merecemos e que tenham a grandeza proporcional ao tamanho de nosso país.
Um amigo de Munique que sabe bem o portugues, perplexo com os insultos comentou:”nem no tempo do nazismo se insultavam desta forma as autoridades”. É que ele talvez não sabe de que pré-história nós viemos e que tipo de setores elitistas ainda dominam e que de forma prepotente se mostram e se fazem ouvir. São eles os principais agentes que nos mantém no subdesenvolvimento social, cultural e ético. Fazem-nos passar uma vergonha que, realmente, não merecemos.
Leonardo Boff professor emérito de Etica e escritor.
Copiado deste site

 

domingo, 5 de janeiro de 2014

TRAGÉDIA EM ABAETETUBA - PARÁ, BRASIL!

imagem do g1.globo.com

Na manhã deste sábado, 04 de janeiro de 2014, em Abaetetuba, Estado do Pará, houve uma erosão no bairro São João provocada pela cheia do Rio Maratauíra e deixou várias famílias desabrigadas. A imagem ao lado mostra o local que foi atingido. No espaço tomado pela água é parte da Rua Siqueira Mendes onde havia casas, supermercados e estância os quais desapareceram.
Uma equipe da Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab) está no município de Abaetetuba, no nordeste do estado, neste domingo (5), para fazer um levantamento das famílias desabrigadas após a erosão provocada pela cheia no rio Maratauíra no último sábado (4). O atendimento será feito de forma inicial por assistentes sociais e um engenheiro.
Cerca de 30 casas localizadas na rua Siqueira Mendes, bairro São João, foram destruídas no último sábado. Segundo o o major Alencar, comandante da Polícia Militar do município de Abaetetuba, ninguém morreu. O desmoronamento das casas, localizadas próximo às margens do rio, começou por volta de 10h.
Reportagem completa aqui 
 
Imagens mostram casa sendo engolida por cratera no Pará 
A terra cedeu e uma casa foi levada pelo rio Maratauíra, em Abaetetuba. 
Os moradores conseguiram sair a tempo e ninguém ficou ferido.
As imagens você pode vê-las, AQUI 

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

HINO DE ABAETETUBA - PARÁ

Rio Maratauíra - em frente Abaetetuba
Brasão
Bandeira de Abaetetuba
Letra do Hino:
Maratauíra, um grande rio formoso,
Braço forte do imenso Tocantins,
Tem à margem um recanto majestoso
De trabalhos em misto com festins.
É um recanto de harmonia
Onde a rima das canções não murchará
Pois é um marco de alegria
Na viçosa imensidão do Grão Pará
Abaetetuba, terra de amor,
Teus filhos cantam em teu louvor
Anos serás sempre querida
E protegida por nós serás.
O progresso jamais se apartará,
Do teu povo tão simples e tenaz,
Porque a mão do bom Deus te guiará.
Berço és tu de bondade, amor e paz.
Nos jardins e nas matas tens belezas.
Até a aurora em teu céu brilha melhor,
Pois a ti sorri sempre a natureza.
A nós serás sempre querida
E protegida por nós serás.
Para nós tu és a flor que desabrocha
De um jardim cultivado com carinho
E seremos tão firmes quanto a rocha
Se inimigos cruzarem teu caminho.
As florestas te cercando,
Com sussurros incansáveis de esperança
Junto a nós estão cantando:
Do teu solo brotará sempre a bonança.
Abaetetuba, terra de paz,
Cantar teus cantos prazer nos traz.
A nós serás sempre querida
E protegida por nós serás.
A cultura te sirva de muralha
O vigor de honradez seja tua espada.
O trabalho teu campo de batalha,
O futuro a vitória desejada.
Como filhos, de ti nos orgulharemos,
Pois, além de aconchego maternal,
És também o Brasil que nós amamos.
A nós serás sempre querida
E protegida por nós serás.

Letra: Máximo Ribera
Melodia: Máximo Ribera
Aqui o áudio do hino de Abaetetuba 

Fonte das imagens: Prof. Ana Baia
Texto e áudio do hino: Escola Municipal Gov. Magalhães Barata. 

domingo, 8 de dezembro de 2013

O DIA DAS CRIANÇAS

O Dia Mundial da Criança é oficialmente o dia 20 de novembro, data que a ONU reconhece como Dia Universal das Crianças por ser a data em que foi aprovada a Declaração dos Direitos da Criança em 1959 e a Convenção dos Direitos da Criança em 1989. Porém, a data efetiva de comemoração varia de país para país, veja aqui.
O Dia das Crianças é uma data comemorada em diferentes países. De acordo com a história e o significado da comemoração, cada país escolhe uma determinada data e certos tipos de celebração para lembrar de seus menores. Ao mesmo tempo, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) convencionou o dia 20 de novembro para se comemorar o dia das crianças. Leia mais...
Todo ano, nós da a Escola Gov. Magalhães Barata, promovemos na semana das crianças atividades diferenciadas com nossos alunos; atividades educativas e esportivas, dentro e fora do espaço escolar. Este ano promovemos um passeio com nossas crianças para o Equatorial Park Club, entidade social e esportiva que fica na zona rural da cidade de Abaetetuba-Pará-Brasil.
O passeio foi um sucesso e contou também com a presença de vários pais de nossos alunos que junto aos filhos, aproveitaram para se divertirem naquele belo lugar. Confira nas imagens!